Iniciativa "Making Smart Cities"      



Prêmio Sasakawa

A iniciativa de responsabilidade social da AISR, Making Smart Cities, recebeu o Prêmio ONU Sasakawa em cerimônia realizada durante a Plataforma Global 2019 em Genebra, e foi considerada referência mundial em Parceria Público-Privada pela ONU (UNDRR).
 

A iniciativa Making Smart Cities abre a chamada SOCIAL202107 para as cidades interessadas na rodada de doações com foco em Identificação de Vulnerabilidades e Riscos Sociais e Gestão SUAS.

A chamada estará aberta até 31/08/2021.



PARA PARTICIPAR, CLIQUE AQUI

 

Chamada para as cidades interessadas em doações com foco em redução do risco de desastres e resiliência com base nos princípios da ONU.

Esta chamada é permanente.



PARA PARTICIPAR, CLIQUE AQUI




Para acessar o software de suporte à elaboração do Plano Local de Resiliência, clique aqui.


Para acessar o software de suporte à elaboração do Plano Local de Desenvolvimento e Assistência Social,
clique aqui.


Para acessar o software de suporte à gestão de riscos urbanos, clique aqui.
 

INICIATIVA MAKING SMART CITIES

Making Smart Cities é a iniciativa de responsabilidade social da AI Systems Research (AISR) para tornar as cidades mais humanas, inclusivas, abertas, inteligentes e resilientes por meio do suporte gratuito ao desenvolvimento e à implementação de estratégias e planejamentos integrados.

A iniciativa é reconhecida pela ONU e suporta diversas de suas campanhas e ações, principalmente a campanha "Making Cities Resilient" da UNDRR. A AISR é membro do Conselho Global da Aliança do Setor Privado da UNDRR para Sociedades Resilientes a Desastres (ARISE) e também serve como ponto focal do UNDRR Stakeholder Engagement Mechanism (SEM).


Em 2014, partimos de um projeto base com o objetivo de impactar em torno de 3 milhões de pessoas na Região Metropolitana de Campinas, e hoje impactamos direta e indiretamente dezenas de milhões de pessoas pelo mundo. Somos incansáveis e determinados em tornar o mundo um lugar melhor para todos de maneira responsável, sustentável e inclusiva.


 

Referência Mundial em Parceria Público-Privada




O QUE FAZEMOS



A iniciativa MAKING SMART CITIES foca em três contextos apoiados por metodologias, tecnologias e softwares* que incorporam diferentes acordos internacionais realizados pela ONU**.


1. Redução dos Riscos Urbanos e de Desastres

Identifica, entende e gerencia qualquer tipo de risco urbano com base em uma abordagem analítica.

2. Desenvolvimento Socioeconômico

Suporta a avaliação e a redução do impacto social relacionado aos riscos urbanos. Este também permite a gestão analítica de programas de desenvolvimento sócioeconômico, a análise sócio-territorial e o monitoramento das comunidades.

3. Meio Ambiente e Sustentabilidade

Suporta a avaliação e a redução do impacto ambiental relacionado aos riscos urbanos. Este também permite a gestão analítica e o monitoramento dos programas ambientais.



* - A iniciativa também permite a contextualização geográfica dos conjuntos de dados e a integração de várias camadas de informação. Isto é essencial para um ganho substancial na compreensão de eventos, processos e comportamentos.

** - Sendai Framework for Disaster Risk Reduction 2015-2030; Transforming Our World: the 2030 Agenda for Sustainable Development; Paris Agreement on Climate Change; New Urban Agenda - Habitat III; e Agenda for Humanity - World Humanitarian Summit.

PORQUE FAZEMOS



As cidades estão expostas a riscos e perigos de diferentes áreas.


Naturais

Inundação, erosão, deslizamento, tempestades, seca, epidemias, infestações, ondas de calor e de frio, incêndio florestal, baixa humidade do ar.

Tecnológicos

Substâncias perigosas, contaminações, rompimentos de barragens, colapso de edificações, incêndios urbanos, atividades industriais.

Sociais

Pobreza, desigualdade, violência, criminalidade, abastecimento.

Econômicos

Endividamento, redução de atividade, mudança de comportamento.

Meio Ambiente

Desmatamento, degradação, poluição.

Gestão

Atendimento à procedimentos, más condutas, inexperiência.

Governança e Compliance

Atendimento à normas legais, regulamentações, políticas, diretrizes.


Quem é impactado
por esses riscos,
perigos e desastres?





Pessoas, empresas e governos.

A gestão de risco em áreas urbanas é complexa e envolve quatro fases.







1. Prevenção

É a fase mais importante do processo de gestão de risco. Analisar dados, compreender a história, estar atento aos sinais do presente, prever e estar preparado para o futuro. Quanto maior a atenção nesta fase as chances de danos e desastres diminuem.

 

2. Preparação

Definir, planejar e organizar as ações a serem executadas no caso de ocorrência de desastres de forma a melhorar a capacidade de ação da sociedade (incluindo indivíduos, organizações governamentais, organizações não-governamentais e setor privado) e a reduzir o impacto.

 

3. Resposta

Nesta fase a rapidez em detectar uma situação adversa e agir é fundamental. A gestão de risco antecipa as ações de socorro, assistência às vítimas, evacuação de áreas, entre outros.

 

4. Reconstrução

Trazer de volta o bem-estar da população, restabelecer serviços públicos, reconstruir estruturas e retornar a normalidade. A gestão de riscos auxilia na análise dos danos e nas tomadas de decisão sobre investimentos que permitirão a reconstrução de forma a obter uma infraestrutura melhor preparada do que antes.

Além de reduzir riscos urbanos e de melhorar o planejamento de governo e de negócios, a iniciativa Making Smart Cities espera ajudar as cidades a:







- Ter uma visão consistente da realidade.

- Aplicar gestão analítica em decisões e ações.

- Obter uma melhor previsão e um melhor planejamento.

- Melhorar o retorno sobre ativos tangíveis e intangíveis.

 

- Aumentar a eficiência e reduzir custos.

- Obter um comportamento sustentável.

- Alavancar o potencial de desenvolvimento socioeconômico e de qualidade de vida.

- Melhorar a qualidade dos serviços prestados à população.

Destaques



Cidades Resilientes de Língua Portuguesa  

Disponibilização do website da Rede Cidades Resilientes de Língua Portuguesa.

 
UN Sasakawa Award 2019  

A Defesa Civil de Campinas recebe o prêmio Sasakawa de 2019 em cerimônia realizada durante a Plataforma Global 2019 em Genebra.

 
Implementation Guide for Local DRR and Resilience Strategies  

A parceria entre Campinas e a Iniciativa "Making Smart Cities" da AISR é considerada referência mundial de PPP pela UNDRR.

 
Cidades Resilientes de Língua Portuguesa  

1a. Reunião da Rede Cidades Resilientes de Língua Portuguesa em Genebra durante a Plataforma Global 2019 da UNDRR.

 
Livro Cidades Inteligentes: por que, para quem?  

Prefeito de Campinas recebe o livro "Cidades Inteligentes: por que, para quem?" com um capítulo dedicado a atuação do setor privado na redução de risco de desastes e a iniciativa "Making Smart Cities" onde é apresentado o exemplo de Campinas.

 
FEMA (Federal Emergency Management Agency)  

Fernando Perez de Britto, representante da AISR e da iniciativa "Making Smart Cities", e Craig Fugate, administrador geral da FEMA (Federal Emergency Management Agency) dos EUA, discutem como acelerar a criação de sociedades resilientes com a participação do setor privado.

 
UNISDR ARISE  

Apresentado o novo decreto n. 19.135 de maio de 2016 que reorganiza o Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil e que compatibiliza o município de Campinas as premissas do Marco Regulatório de Sendai, os 10 passos estabelecidos na Campanha Cidades Resilientes e a Lei Federal n. 12608 de 10 de abril de 2012 que institui o Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil

 
UNISDR ARISE  

Lançamento da iniciativa ARISE (grupo de organizações do setor privado) da UNISDR para o desenvolvimento de sociedades resilientes. A AISR, representada por Fernando Perez de Britto, foi eleita para o Advisory Group e com ponto focal para o Brasil e para a América do Sul e Caribe.

 
UNISDR  

A AI Systems Research (AISR) torna-se membro da Parceria do Setor Privado (PSP) da UNISDR, grupo de trabalho para redução de risco de desastres, conforme comunicado de Margareta Wahlström responsável pela UNISDR e Representante Especial do Secretário Geral da ONU para Redução de Risco de Desastres.

 
WCDRR  

A iniciativa "Making Smart Cities" foi apresentada na 3a. Conferência Mundial da ONU sobre a Redução de Risco de Desastres. #WCDRR # ROAD2SENDAI

 
 

26/04/2021 - AI Systems Research (AISR) é re-eleita ponto focal do UNDRR Stakeholder Engagement Mechanism.

15/07/2020 - AI Systems Research (AISR) é re-eleita para o Conselho Global do ARISE.

20/01/2020 - AI Systems Research (AISR) presente na reunião do Conselho Global do ARISE - UNDRR em Genebra.

07/01/2020 - AI Systems Research (AISR) é eleita ponto focal do UNDRR Stakeholder Engagement Mechanism.

19/11/2020 - AI Systems Research (AISR) presente na reunião do Advisory Group do UNDRR Stakeholder Engagement Mechanism em Genebra.

30/10/2020 - AI Systems Research (AISR) passa a representar o ARISE no UNDRR Stakeholder Engagement Mechanism.

25/06/2019 - Disponibilização do website da Rede Cidades Resilientes de Língua Portuguesa.

16/05/2019 - A Defesa Civil de Campinas recebe o prêmio Sasakawa de 2019 em cerimônia realizada durante a Plataforma Global 2019 em Genebra.

16/05/2019 - A parceria entre Campinas e a Iniciativa "Making Smart Cities" da AISR é considerada referência mundial de PPP pela UNDRR.

16/05/2019 - 1a. Reunião da Rede Cidades Resilientes de Língua Portuguesa em Genebra durante a Plataforma Global 2019 da UNDRR.

14/05/2019 - Reunião geral anual do ARISE (grupo de organizações do setor privado) da UNISDR em Genera durante a Plataforma Global 2019.

27/11/2018 - Reunião entre Amadora, Campinas, Iniciativa "Making Smart Cities" da AISR e Autoridade Nacional de Proteção Civil de Protugal.

03/09/2018 - Reunião do Conselho Global do ARISE - UNISDR em Genebra.

20/06/2018 - VI Plataforma Regional para Redução de Riscos de Desastres nas Américas da UNISDR em Cartagena, Colombia.

01/03/2018 - AI Systems Research (AISR) presente na reunião do Conselho Global do ARISE - UNISDR em Genebra.

06/12/2017 - Lançamento do Sendai Monitoring Process pela UNISDR em Bonn, Alemanha.

29/11/2017 - AI Systems Research (AISR) é eleita para o Conselho Global do ARISE - UNISDR em Manila.

28/11/2017 - Reunião geral anual do ARISE (grupo de organizações do setor privado) da UNISDR em Manila.

10/10/2017 - Seminário sobre Desastres Naturais realizado pela ABJICA no Palácio dos Bandeirantes do Governo do Estado de São Paulo.

23/05/2017 - A iniciativa "Making Smart Cities" apresenta o paper "Gestão de Riscos Urbanos e o Setor Privado", incluindo um balanço de suas atividades e o Plano Local de Resiliência de Campinas 2017-2020, no IV Congresso Internacional de Riscos em Coimbra.

23/05/2017 - A Aliança do Setor Privado da UNISDR para Sociedades Resilientes a Desastres (ARISE) emitiu um manisfesto de sete pontos para a Plataforma Global 2017 para Redução de Risco de Desastes. link notícia >>       link documento >>

22/05/2017 - A Prefeitura de Campinas juntamente com a iniciativa "Making Smart Cities" disponibilizam o Plano Local de Resiliência de Campinas 2017-2020 para a Plataforma Global 2017 para Redução de Risco de Desastes.
link para Plano Local de Resiliência >>

12/01/2017 - Prefeito de Campinas recebe o livro "Cidades Inteligentes: por que, para quem?" com um capítulo dedicado a atuação do setor privado na redução de risco de desastes e a iniciativa "Making Smart Cities" onde é apresentado o exemplo de Campinas.

22/12/2016 - Premiada a reportagem "Setor de seguros está ativo frente às mudanças climáticas, mas Brasil precisa acelerar o passo", de José Pedro Martins, à Agência Social de Notícias, conta com informações relacionadas à AISR e ao ARISE da UNISDR.
link >>

30/11/2016 - 4a. Conferência Cidades Inteligentes - Cidades do Futuro em Lisboa.

22/11/2016 - VIII Seminário Estratégias para Redução de Riscos e Desastres do Estado de São Paulo.

21/11/2016 - Palestra sobre Cidades Resilientes e o Setor Privado em Campinas.

07/11/2016 - 4o. Colóquio Brasil-Portugal - Estratégias de Projeto e Intervenção nas Metrópoles Contemporâneas: Experiências e Perspectivas.

28/10/2016 - Reportagem "Setor de seguros está ativo frente às mudanças climáticas, mas Brasil precisa acelerar o passo", de José Pedro Martins, à Agência Social de Notícias, conta com informações relacionadas à AISR e ao ARISE da UNISDR.
link >>

17/10/2016 - Habitat III - Conferência sobre Habitação e Desenvolvimento Sustentável Urbano da ONU - UN-Habitat.

12/10/2016 - 1o. Congresso Brasileiro de Redução de Risco de Desastres: "Gestão Integrada em RRD no Brasil e o Marco de SENDAI para a Redução do Risco de Desastres 2015 - 2030".

04/10/2016 - Reunião geral anual do ARISE (grupo de organizações do setor privado) da UNISDR em Washington.

01/09/2016 - Lançamento do livro "Cidades Inteligentes: por que, para quem?" com um capítulo dedicado a atuação do setor privado na redução de risco de desastes e a iniciativa "Making Smart Cities".

30/08/2016 - Sessão de trabalho da Câmara Temática de Defesa Civil da região metropolitana de Campinas incluindo a iniciativa Making Smart Cities.

08/06/2016 - AISR presente na 1a. Reunião Ministerial e de Autoridades de Alto Nível sobre a Implementação do Marco de Sendai para a Redução de Risco de Desastres 2015-2030 nas Américas.

03/06/2016 - Apresentação do novo decreto que reorganiza o Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil e que compatibiliza o município de Campinas as premissas do Marco Regulatório de Sendai, os 10 passos estabelecidos na Campanha Cidades Resilientes e a Lei Federal n. 12608 de 10 de abril de 2012 que institui o Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil.

23/05/2016 - Workshop sobre gestão de riscos urbanos para a equipe da defesa civil da Prefeitura Campinas (2a. Parte).

21/03/2016 - Workshop sobre gestão de riscos urbanos para a equipe da defesa civil da Prefeitura Campinas (1a. Parte).

30/11/2015 - COP-21 - Conferência sobre Mudanças Climáticas da ONU - FCCC. O documento resultante da Conferência está alinhado com o Marco de Sendai.

13/11/2015 - Mercocidades: sessão de trabalho da Unidade Temática de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável sobre o tema "Reflexiones sobre retos y oportunidades para la implementación de la agenda de desarrollo post-2015 en el nivel local con énfasis en la gobernanza de la gestión del riesgo de desastres".

06/11/2015 - AI Systems Research (AISR) é eleita em Londres para o Advisory Group e como representante do ARISE para a América do Sul e Caribe.

05/11/2015 - Reunião de trabalho e de lançamento do ARISE (grupo de organizações do setor privado) da UNISDR em Londres.

07/01/2015 - AI Systems Research (AISR) torna-se membro da Parceria do Setor Privado (PSP) da UNISDR, grupo de trabalho para redução de risco de desastres, conforme comunicado de Margareta Wahlström responsável pela UNISDR e Representante Especial do Secretário Geral da ONU para Redução de Risco de Desastres.

23/04/2015 - Workshop em Campinas - "Construindo Cidades Resilientes" a partir do novo Marco de Sendai para Redução do Risco de Desastres 2015-2030.

13/03/2015 - 3a. WCDRR - Conferência Mundial da ONU para Redução de Risco de Desastres - UNISDR.

03/03/2015 - Sessão de trabalho com a equipe de gestão de riscos urbanos da Prefeitura Campinas e Sidnei Furtado, promotor da campanha "Construindo Cidades Resilientes" da UNISDR para o Brasil.



       

AI Systems Research - AISR
E-mail: contato@aisr.com.br
Telefone: +55 11 3486-3257

 

Twitter: @MSmartCities
Instagram: @makingsmartcities
Facebook: makingsmartcities

Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.